2030 deve ser marcado com a popularização dos táxis voadores

Quando falamos de 2030, parece que estamos falando de um futuro extremamente distante, quando na verdade essa data se passará daqui 11 anos. Diversas descobertas tecnológicas e avanços que possam beneficiar nossa sociedade são esperados para serem descobertos nesses próximos anos.

Uma dessas tecnologias que esperamos que se torne realidade pode ser os taxis voadores. Sim, você não leu errado! São esperados que os taxis aéreos ganhem cada vez mais força no mundo e, graças a isso, a empresa alemã Bosch decidiu apostar suas fichas nessa tendência.

Qual a razão?

Cada vez mais nos deparamos com trânsitos extremamente caóticos e estressantes. Os engarrafamentos em cidades ricas como Dubai, Nova York e Los Angeles acabam fazendo com que os milionários que por lá vivem prefiram trocar seus carros pelo transporte aéreo. Já existe uma modalidade da Uber para transporte aéreo, mas ainda é muito restrito aqui no Brasil.

Por isso, a Boston Consulting Group realizou uma previsão de que serão realizadas mais de 1 bilhão de viagens utilizando taxis aéreos. Além de tudo isso, também o veículo aéreo terá a capacidade de dividir as corridas e também até de não possuir piloto físico presente.

Onde a Bosch entra?

Tendo em mente que o taxi aéreo representa o futuro, a empresa alemã de engenharia Bosch trabalha intensamente para criar sensores capazes de detectar a posição do taxi aéreo a todo instante, todos os ângulos de seus movimentos, todos seus dados e o controla máximo da aeronave com uma caixa aonde esses sensores se localizarão.

A ideia é que várias empresas de taxi aéreo ou até mesmo startups comprem esta caixa de sensores da Bosch para ajudar no desenvolvimento do taxi aéreo do futuro que, além de mais moderno, custará muito menos que o original.

Quanto custará?

Mas como todos sabem, os taxis aéreos não são nada baratos (e continuarão sendo) e são muito exclusivos. A expectativa é de que um taxi voador custe cerca de 500 mil euros (pouco mais de 2 milhões de reais), mas mesmo sendo um preço extremamente alto, se torna baixo quando comparado com o valor dos taxis aéreos atuais.

Os testes irão começar nas cidades de Dallas, Los Angeles, Dubai e Singapura nos próximos anos. No momento, parece ser apenas mais uma daquelas loucuras que imaginamos para o futuro, mas a Bosch e suas parceiras parecem realmente querer transformar esse sonho em realidade!

*Com informações da Bosch.

comentário

Seu comentário será avaliado antes de ser publicado. Obrigado por interagir com nosso blog*.