O objetivo é oferecer aos clientes uma subscrição mensal, à semelhança da Netflix e do Spotify, que inclui serviços como UberEats, aluguel de motos e scooters.

A Uber, plataforma online de transporte individual de passageiros, está apostada a inovar e diversificar o negócio. O objetivo é oferecer aos clientes uma subscrição mensal, à semelhança da Netflix e do Spotify, que inclui serviços como UberEats, aluguer de motas e scooters.

Por 24,99 dólares (22,52 euros) por mês, cada utilizador poderá usufruir de descontos em viagens, entrega de comida gratuita acima de certa quantia e passeios grátis de motas. Essa mensalidade não substituirá contudo o pagamento dos percursos de Uber, cada utilizador poderá apenas escolher qual é a modalidade que quer na hora de usar o serviço.

O projeto piloto está a decorrer nas cidades de São Francisco e Chicago, nos Estados Unidos, e poderá ser replicado em breve noutras regiões do mundo, avança o site Techcrunch.

Esta é uma iniciativa que se junta a outra que foi lançada pela empresa em outubro do ano passado e que já se encontra disponível em mais de 20 cidades: o Ride Pass, uma modalidade que possibilita aos clientes usufruir de preços mais baixos – descontos até 15% – através de uma mensalidade chamada Acesso Total.

Essa opção permite também que os clientes não sejam prejudicados com a tarifa dinâmica, ou seja, quando os preços das viagens sobem face ao excesso de procura.

Com estas modalidades, a Uber associa assim todos os seus serviços à opção de subscrição para todos os clientes frequentes que estiverem interessados no pagamento por mensalidade.

comentário

Seu comentário será avaliado antes de ser publicado. Obrigado por interagir com nosso blog*.